Mamíferos da REBIO Canela Preta

Item Name

Projeto Diagnóstico dos mamíferos de médio e grande porte

da Reserva Biológica Estadual da Canela Preta, SC.

Em junho de 2017 o Caeté-Açu iniciou o projeto na REBIO Canela Preta, com o objetivo principal de diagnosticar a fauna de mamíferos de médio e grande porte e gerar subsídios para as ações de manejo e proteção da UC. A FATMA disponibilizou 2 armadilhas fotográficas para o desenvolvimento do estudo e o Caeté-Açu executa voluntariamente as atividades de campo, análise dos dados e divulgação dos resultados.

A perda e a fragmentação de habitat, resultantes de atividades humanas, constituem as maiores ameaças aos mamíferos terrestres no Brasil. Elas estão relacionadas ao desenvolvimento econômico através do crescimento de áreas cultivadas e urbanas, aumento da densidade populacional, poluição atmosférica e aquática e aumento da malha rodoviária. Mamíferos terrestres de grande e médio porte sofrem ainda a pressão de caça, ainda que essa atividade seja ilegal no país há mais de 35 anos.

Item Name

Os mamíferos estão entre os grupos zoológicos mais importantes em termos de conservação biológica, pois são tanto polinizadores como dispersores de sementes, além de exercerem um valioso papel nas teias alimentares. Com mais de 7000 espécies descritas, os mamíferos são considerados um importante componente dos ecossistemas, principalmente pela sua grande variedade de espécies e adaptações ao ambiente. São animais considerados bons indicadores de qualidade ambiental.

O grau de ameaça e a importância ecológica do grupo tornam evidente a necessidade de incluir informações sobre os mamíferos terrestres de médio e grande porte em inventários e diagnósticos ambientais. Os levantamentos de campo possibilitam conhecer aspectos ecológicos importantes das comunidades e são ferramentas básicas para embasar o manejo e conservação de áreas naturais, por isso, o objetivo deste estudo é diagnosticar a fauna de mamíferos de médio e grande porte e gerar subsídios para as ações de manejo e proteção da Reserva Biológica Estadual da Canela Preta. A REBIO está localizada nos municípios de Botuverá e Nova Trento e possui 1.899 ha e possui conectividade com o Parque Nacional da Serra do Itajaí.

Para o levantamento dos dados, são realizadas caminhadas mensais para observações de vestígios e quando possível, a visualização direta de indivíduos. Também foram instaladas duas armadilhas fotográficas para o registro das espécies, as quais são vistoriadas a cada 30 dias.

Equipe voluntária:

Ma. Cintia Gruener

Coordenadora Bióloga

Sabrina Lenoir

Bióloga

Apoio:

Chefe da REBIO Canela Preta/FATMA.

Nossos projetos